13 de maio de 2015

A arte da culinária tibiana

O Tibia nos oferece uma imensa gama de coisas para se fazer dentro do jogo e, praticamente todas essas coisas podem ser feitas do jeito que quisermos e/ou na hora que bem entendermos. Além das batalhas, caçadas e coisas do gênero, podemos comercializar itens, comprar casas, arrumar mobília e cozinhar, por exemplo. E é sobre esse último aspecto que trataremos neste artigo: a culinária tibiana!


Há um grande número de alimentos dentro do continente tibiano... Desde frutas e legumes até uma belíssima barra de chocolate. Outros alimentos precisam ser feitos, como a farinha, por exemplo. Os métodos são os mais variados e conhecidos pela maioria da comunidade, que passa esse conhecimento de geração em geração.

Para muitos, cozinhar é um prazer; é um gesto de carinho; um modo de reunir as pessoas queridas e compartilhar bons momentos com uma boa comida. Não fugindo disso, nós temos essa possibilidade dentro do universo tibiano. O espírito de Jean Pierre é incorporado por alguns e verdadeiros banquetes são servidos dentro do jogo!

Jean Pierre cozinhando.
Esse conhecido chef de cozinha, inclusive, aparece anualmente em Ankrahmun, sempre disposto a ensinar maravilhosos pratos especiais. Com sua devida autorização e licença, ele nos emprestou algumas de suas receitas para este artigo... E falando em colaboração, outros dois famosos nomes nos ajudaram bastante com esse compilado: os pintores Vad Inchi e Lou Toose. Esses dois estão sumidos das terras tibianas desde 2011, mergulhados em suas obras... Ainda assim, apesar do curto tempo disponível, foram solícitos com nosso convite e ilustraram algumas receitas.

Visando enaltecer as qualidades culinárias de poucos aventureiros e, indo além: buscando encorajar os mais desengonçados, resolvemos abrir o nosso caderno de receitas e, com a colaboração do chef Jean Pierre, Vad Inchi e Lou Toose, vamos dividir com vocês todas as nossas dicas de cozinha. Arregace as mangas, tire a poeira daquele surrado dólmã e coloque o seu imponente toque blanche! É hora de cozinhar!


clique para ver maior
A primeira dica é uma receita de pão. Algo bastante simples, indicada especialmente para quem não tem muita intimidade com forno e fogão - apesar de muitos padeiros ao redor do continente contestarem isto. Um importante passo nesta receita, é utilizar um pequeno balde - bucket - para aparar a água que será utilizada, pois a massa do pão será feita nesse recipiente. Após encher o balde com água, basta misturar a farinha muito bem e por o pão para assar. Fácil, não é? Muitas tavernas fazem isso o dia inteiro para garantir um bom estoque desse alimento tão consumido pelos viajantes.

Para os que gostam de um petisco, essa receita é uma excelente mão na roda! De fácil preparo, os biscoitinhos de alho não são unanimidade, especialmente entre alguns habitantes de Yalahar... Mas vale o esforço em prepará-los, o sabor é recompensador. Para preparar essa receita precisaremos de um ingrediente bastante especial - talvez esse seja o grande segredo desses biscoitos: uma espécie de água sagrada que costuma ser comercializada ilegalmente perto das docas de Thais... Pergunte aos locais, não será difícil conseguir informações sobre quem vende essa água. Além disso, precisamos de uma bandeja própria para biscoitos, fácil de encontrar em muitas cozinhas, mas somente o Chepan, em Venore, vende este tipo de bandeja. Após misturar os ingredientes, basta colocar no forno e, em poucos minutos, 12 suculentos biscoitinhos de alho estão prontos para serem devorados!

clique para ver maior

clique para ver maior
Outra dica especial é o leite de coco. Poucas receitas tibianas utilizam essa iguaria em seus ingredientes e, como dito anteriormente, é algo realmente especial. Foi o chef Jean Pierre quem nos incentivou a utilizar o leite de coco na cozinha. Ele, inclusive, utiliza este ingrediente em duas receitas especiais - que estão em seus livros de culinária: Coconut Shrimp Bake e Tropical Fried Terrorbird; nesta última o chef deixa claro que o leite de coco não precisa ser utilizado somente em receitas com frutos do mar. Sendo assim, para fazer leite de coco, precisaremos apenas de um espremedor de suco comum, um coco e um recipiente para espremer o suco. Somente isso... Difícil mesmo vai ser arrancar um coco das mãos dos Sibangs...

Como foi dito anteriormente, para este artigo nós - literalmente - abrimos o nosso caderno de receitas (e os livros do Jean Pierre também!). A seguir mostraremos algumas páginas para vocês.

Bem cotados dentro da comunidade tibiana, independente da cidade natal, os bolos são uma preferência geral! Um simples bolo de creme, com frutas, de chocolate e até de aniversário... Ensinaremos o passo-a-passo completamente detalhado de todos eles a seguir. Anote tudo e delicie-se com este doce reconfortante (clique na folha desejada para ampliar a imagem):




Já falamos de pão e de biscoitinhos de alho... Mas que tal uma bela receita de pão de alho também? Ideal para um bom almoço de domingo, acompanhando um delicioso haunch of boar! Os ingredientes e o modo de preparo estão na folha a seguir (clique para ampliar):


Os biscoitos também são muito queridos pela comunidade tibiana. Já ensinamos uma excelente receita de biscoitinhos de alho, agora ensinaremos mais duas: biscoitinhos comuns e biscoitinhos de gengibre, daqueles que comemos no natal! As crianças adoram, confira (clique na folha desejada para ampliar):



Por fim, como prometido, o chef Jean Pierre nos cedeu algumas de suas receitas compartilhadas em seus livros de culinária. Para quem não sabe, o chef viaja até Ankrahmun anualmente e passa um mês inteiro próximo aos Djinns. Durante esse mês ele ensina alguns pratos especiais para quem quiser aprender. O que se fala sobre esses pratos, é que eles dão uma certa vantagem para quem os consome, por isso eles são tão especiais e tão bem guardados! Nós conseguimos três receitas muito boas e vamos dividi-las com vocês. Note que essas receitas só podem ser preparadas durante a estadia de Jean Pierre em Ankhramun, sob a supervisão do chef e num número reduzidíssimo (um ou dois pratos de cada por pessoa). Confira (clique para ampliar):



Ainda gostaríamos de informar que, até o dia 15/05, uma votação está aberta para a comunidade tibiana, que possui uma alimentação bastante balanceada e uma enorme variedade de alimentos. Para participar da votação e escolher o seu tipo de alimento preferido, basta clicar aqui, participe!

Finalizamos nosso artigo agradecendo, mais uma vez, a disponibilidade dos pintores Vad Inchi e Lou Toose, pelas maravilhosas ilustrações, e ao chef Jean Pierre, pelas dicas preciosas e receitas especiais gentilmente cedidas para nós.

Esperamos que você, assim como nós, tenha o prazer de se divertir na cozinha, fazendo receitas para agregar sabores ao seu paladar e agradar sua família e amigos! Se você sempre quis planejar um banquete, essa é a melhor hora para isso! Utilize nossas receitas, escolha uma bebida em uma boa taverna e comemore o dia de hoje!

Bom apetite!




Gostou do nosso artigo? Comente em nosso fórum ou na nossa página no facebook, queremos a sua opinião!

Confira também nossos outros artigos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário