21 de setembro de 2017

O Tibia para os brasileiros

No artigo deste mês falaremos um pouco sobre como os brasileiros voltaram a se encontrar no Tibia.

Desde a popularização do jogo em nosso país, conseguimos ser maioria entre os jogadores, alcançamos níveis muito altos e uma das mais recentes conquistas foram os servidores na América do Sul.

Entre estatísticas e alguns comentários sobre nossa posição dentro do Tibia, traremos considerações valiosas para os tibianos, especialmente os que estão pensando em retornar ao jogo.


Boa leitura!


Estávamos em 2009 quando a Cipsoft publicou um artigo trazendo algumas estatísticas do jogo, tais como: gêneros dos jogadores, idade, level, vocações, cidades mais populosas e o país de quem está por trás do personagem. Este último tópico foi baseado em uma pesquisa feita naquele mesmo ano chamada de "De onde você é?", o resultado nos mostrou que os brasileiros eram maioria há quase dez anos: 26,6% dos jogadores que participaram da pesquisa. Também foi pontuado que entre mais de um milhão de trezentas mil contas registradas, quase meio milhão (485.778 mil, para sermos mais exatos) eram com endereços aqui em nosso país.

Este período foi um dos mais movimentados para o Tibia, quando os mundos ficavam lotados e as antigas filas para logar eram vistas com frequência. Nesta época de ouro, nós já éramos a maioria.

Em 2015, outro artigo estatístico foi publicado no site oficial, utilizando inclusive os dados de 2009 para um comparativo. O resultado não foi muito diferente: continuamos como maioria dentro do jogo, mesmo após seis anos. Se tratando de números: enquanto em 2009 tínhamos um pouco menos de 200 mil registros a mais que o segundo país mais presente (Polônia), em 2015 atingimos mais que o dobro de jogadores em comparação com os poloneses (quase 250 mil registros a mais!).

Por último, no ano seguinte um novo artigo foi publicado pela empresa com recentes números. O resultado? Continuamos no topo! Houve uma sensível queda no número de registros em nosso país, afinal, não podemos descartar as deleções e a fama de "maus jogadores" que assombra os brasileiros - mas falaremos disto mais adiante. O que importa assegurar é que em 2016 somamos mais de 550 mil contas registradas em terras tupiniquins.


- E o que isso todos esses números significam dentro do jogo, afinal?

Clique aqui para ler mais sobre o lançamento de Tenebra.
Até o fim de 2016 poderíamos afirmar que significava muito pouco. Apesar de desenvolvedora do jogo ser Alemã, o jogo inteiro é feito em inglês e encontramos pouquíssimas referências a qualquer outro país. Em outras palavras, se você não souber o mínimo de inglês para se virar dentro do Tibia, dificilmente se encantará por ele. Há também regras sobre a comunicação nos canais oficiais da empresa (e isso inclui o canais específicos dentro jogo) onde somente textos em inglês são permitidos. Ou seja, mesmo sendo brasileiro e sabendo que nós somos a maioria dentro do jogo, sempre foi muito mais fácil nos comunicarmos em inglês até encontrarmos aquele bom e velho "br?".

O conhecido "jeitinho brasileiro" sempre nos deu a possibilidade de nos aproximarmos de alguma forma e a comunicação in game, no fim das contas, nunca foi um problema grande para nós. Mesmo quando a barreira da língua nos atrapalha, temos a felicidade de encontrar vários fansites brasileiros e uma comunidade sempre disposta a oferecer ajuda.

- Mas o que 2016 tem a ver com tudo isso? 

Com todos os números ao nosso favor desde 2009 (e mesmo antes disto!), o apelo por melhorias em nossa jogabilidade sempre foi imenso. Jogávamos do jeito que conseguíamos, é bem verdade. Cada um se virando como podia entre servidores americanos e europeus, enquanto os serviços de proxy (responsáveis por otimizar a conexão entre jogador e servidor, em uma rápida explicação) se popularizavam entre os tibianos brasileiros. Em suma: além de pagar pelo status premium no jogo, para conseguirmos competir com os jogadores de fora ainda precisávamos pagar por um serviço para melhorar nossa conexão. Mas brasileiro não desiste fácil.

Em boa parte destes anos escutamos muito sobre servidores brasileiros, alimentamos esperança e continuamos firmes como maioria dentro do jogo. Para nossa surpresa, em novembro de 2016 a Cipsoft anunciou a criação de dois mundos com servidores brasileiros! O distante sonho de conseguir jogar decentemente, sem os famosos "soquinhos" e lags finalmente estava sendo realizado. Ferobra e Serdebra ficaram online pela primeira vez em 22 de novembro, com a promessa de avaliação por parte da Cipsoft para ser considerado, inclusive, a criação de outros mundos por aqui.

A felicidade não durou muito, aconteceram problemas com ataques DDos nos servidores brasileiros e eles foram movidos para servidores americanos... Desistimos? Não! (E a Cipsoft também não) Tudo se resolveu e quase um ano após a criação dos primeiros mundos, sabemos que os servidores estão em terras sul americanas - para a nossa alegria!

No contexto de "fim do lag" e não mais existir necessidade de proxy, graças aos servidores mais próximos, o Tibia chamou atenção de antigos jogadores e novos também. O que também contribuiu positivamente para este destaque foi o Battleye e sua ativação nos mundos sul americanos. Como sabemos, o Battleye é uma ferramenta para inibir a utilização de programas ilegais no Tibia, o famoso bot... E não é que está funcionando? Atualmente temos 6 mundos sul americanos na seguinte formatação:


Muito além do sufixo "bra", o que todos estes mundos tem em comum é algo muito simples: resultado da equação "fim do lag" + "fim dos bots" é "sucesso!". Essa constatação pode ser vista claramente em números, pois os mundos sul americanos figuram entre os 5 mais movimentados com muita frequência.

Levantamento feito em 30/08, 13h BRT.
Outro bom exemplo da movimentação dos mundos brasileiros ocorreu durante o último evento de double xp/skills. Nos dias 10 e 11 deste mês, Belobra atingiu mais de 1.000 jogadores online.

Belobra durante a double xp/skills.
O que há quase 10 anos era muito comum de se ver, hoje é uma marca considerável e digna de se comemorar, afinal, são mais de 70 mundos em funcionamento com uma média de 15.000 jogadores em todos eles... Grosseiramente falando, dividindo esses números por todos os mundos do jogo teríamos cerca de 210 players em cada um deles. Ou seja: atingir 1.000 jogadores em um mundo só nos dias de hoje é algo difícil... Mas foi alcançado com louvor por um mundo sul americano!

- Como é jogar em mundo lotado de brasileiros?

A discussão antes do lançamento dos mundos sul americanos de vez em quando passava por um tema não muito agradável para os brasileiros. Nossa fama dentro do jogo talvez não seja das melhores, mas também sabemos que generalizações não devem ser feitas. Esses servidores são recheados de jogadores tóxicos? Só existe desrespeito? O power abuse impera? Claro que não!

A competição entre os países sempre existiu, mesmo que silenciosa. As notícias sobre os jogadores com melhores skills, maior level... Todas sempre foram acompanhadas da nacionalidade do jogador. Representatividade e patriotismo? Deve existir um pouco disso, mas a competitividade com certeza é o ponto mais importante.

Como já dito, os mundos sul americanos contribuíram para que os brasileiros pudessem caminhar ao mesmo passo dos jogadores dos outros países. Se antes destes mundos já nos esforçávamos para não ficarmos para trás - e atingimos muitas marcas importantes -, hoje o jogo está muito mais fácil para nós. Citaremos um exemplo: tente montar um time de 4 vocações para uma hunt em um servidor europeu; considere uma manhã (horário brasileiro), um servidor que você não tem amigos e um level mediano (entre o 50 e 80)... repita a tentativa em um servidor sul americano. Caso você tente algo do gênero, sentirá a diferença.

World chat e advertising: canais ativos e muito úteis para os jogadores.
E isso é um dos diferenciais dos servidores sul americanos para nós brasileiros. Temos centenas de tibianos jogando no mesmo horário que a gente e com a mesma vontade; temos jogadores que largaram o jogo por conta do lag ou dos bots e enxergaram uma chance de voltar a se divertir... E voltaram; temos principalmente novos tibianos dispostos a aprender a jogar e velhos tibianos dispostos a ensinar a jogar. Tem jogador tóxico? Tem, mas é tanta coisa boa que isso vira detalhe. Temos respeito às cartas em respawn, ajuda aos novos jogadores, guild "dominante" que se preocupa com o bom andamento do server, team hunt, guild ativa, servidor unido para realização de quests, world chat sempre disponível para uma conversa, economia estável e preços aceitáveis (mesmo quando muito altos, afinal, não tem bot!).

- Vale a pena largar tudo e começar em um mundo sul americano?

Um assunto recorrente entre os tibianos mais antigos é a migração de personagem. Enquanto surgem novos jogadores, aqueles que jogavam em outros servidores e resolveram testar os sul americanos se surpreendem com a jogabilidade e possibilidades que os servidores oferecem. A diferença é notada mesmo nos leveis iniciais e muitos se perguntam se vale a pena trocar a estabilidade de um personagem level alto (normalmente) e iniciar uma nova vida do zero.

Fato é que todos os servidores sul americanos são bloqueados para transferência, impossibilitando que qualquer jogador traga seu personagem de outro mundo. Para os que não são tão apegados, a decisão costuma ser rápida, bastando algumas horas em terras sul americanas... Outros preferem lidar com mais de um personagem em mundos diferentes... Mas o que podemos afirmar com clareza é que a experiência nestes novos mundos é válida e muito positiva.

Se você é um jogador que gosta de aproveitar o que o Tibia pode oferecer, independentemente de level, nós recomendamos gastar algumas horas nos mundos sul americanos. Entretanto, a decisão de ficar ou só visitá-los é somente sua.

- É a hora de voltar para o Tibia?

Sim! Se você está pensando em voltar para o Tibia e leu o artigo até aqui, provavelmente já deve ter sido provocado o suficiente para conhecer algum servidor sul americano. Tem servidor para todos os gostos: optional pvp, open pvp e retro open pvp.

Se ainda estiver faltando um empurrãozinho: anda logo! O bom e velho Tibia continua entre nós e com possibilidades tão boas quanto dez anos atrás! Lembre-se que o Tibia é feito por você, o destino do personagem e todas as suas ações são guiadas somente por você. E se ainda assim você não estiver convencido, que tal uma passadinha em nosso artigo "As razões para jogar (e não desistir) do Tibia"?

Aproveite o melhor do jogo!



Gostou do nosso artigo? Comente aqui ou na nossa página no facebook, queremos a sua opinião!
Confira também nossos outros artigos!

31 comentários:

  1. voltei a jogar em server sul americano depois de 9 anos retired, justamente pelo fato de nao ter lag. recomecei tudo do zero e nao me arrependo, quem esta pensando em voltar a jogar seja bem vindo que nao vai se arrepender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O intuito do artigo foi justamente mostrar um pouco disso: que tá realmente muito legal voltar a jogar! Obrigada por dividir conosco sua experiência!

      Agradecemos pelo comentário!

      Excluir
  2. Muito bom o artigo, eu espero ansiosamente que a CIPSOFT libere a transferência para os mundos BR, tenho um knight 125 e já gastei muito nele para parar de jogar e criar outro personagem do ZERO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Esse assunto de transferência foi, inclusive, discutido com a comunidade há pouco tempo! Pelo pouco que vi, é algo que os jogadores dos mundos em questão não enxergam com bons olhos... E acredito que pelo número de jogadores online diariamente (ao menos por enquanto) não vai ser liberado esse transfer tão cedo... Sabemos do investimento nos personagens, mas sem dúvida vale a visita nos mundos sul americanos!

      Agradecemos pelo comentário! :D

      Excluir
    2. mds cara.. hoje em dia é muito facil pegar 125 kkkk peguei 150 em um char em 2 semanas

      Excluir
  3. Ótimo artigo, os números não mentem, realmente a criação destes servidores na América do Sul incentivou bastante os jogadores Brasileiros, mas eu como um old player não consegui largar meu velho personagem pra iniciar do zero, qm sabe se eles criarem um servidor aberto a transferências...por enquanto estou parado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fábio!
      É o mesmo caso do colega que também comentou aqui... É realmente algo difícil, eu também pensaria muito a respeito de largar o meu... Sou muito char lover! Mas também recomendo uma visita nos mundos sul americanos, vale muito a pena mesmo que seja de modo temporário, só pra testar!

      Agradecemos pelo comentário e ficamos felizes que curtiu o artigo!

      Excluir
  4. Belo tópico, me deu uma certa nostalgia ao ler, eu voltei quando Belobra foi criado, então posso dizer que começar do 0 é uma opção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitor
      Que bom que você também foi um dos que retornou ao jogo e está sendo uma experiência positiva. Obrigada por dividi-la!

      Agradecemos pelo comentário!

      Excluir
  5. Muito bom o artigo! Há algumas semanas eu praticamente larguei o meu ek 300 em server NA e tou jogando diretamente em Belobra, até o momento não me arrependo de nada, é uma experiencia completamente diferente você jogar sem lag, o jogo muda drasticamente e a diversão só aumenta, mesmo em leveis baixos. Vale totalmente a pena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Iorek

      Imagino que não seja uma decisão fácil dividir/trocar um main char para iniciar outro. Mas que bom que está sendo uma experiência gratificante e igualmente divertida!

      Obrigada pelo comentário e por dividir conosco esta experiência!

      Excluir
  6. Único problema do servidor brasileiro (Serdebra) é o Power Abuser, gostaria muito que a cip fizesse algo a respeito. Nem warzone pode fazer porque a dominante não deixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Infelizmente o Power Abuse tem sido relatado em mundos dos diferentes servidores e não apenas nos mundos do servidor sulamericano.

      Ultimamente a CipSoft tem se mostrado mais aberta as reivindicações dos jogadores, resta esperar para ver se algo será feito para mitigar essa situação que dificulta a experiência de jogo de muitos.

      Obrigada pelo comentário e por dividir conosco sua experiência!

      Excluir
  7. Eu e meus amigos estamos voltando depois de 4 - 5 retired, a guilda ASYLUM está 3 dias em relembra e só crescendo novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Melhor que retornar é retornar com os amigos não é mesmo? Bom retorno para você e a Asylum nessa nova fase!

      Obrigada pelo comentário e por dividir sua experiência

      Excluir
  8. Eu joguei muito Tibia até 2004, quando parei. Há poucos meses consegui recuperar minha conta e voltei a jogar um pouco, sempre em server EU. Por curiosidade fiz um char em um servidor SA e olha... não tem como comparar. Larguei tudo que tinha e comecei do zero, é muito bom, muito liso, fora que já encontrei muita gente legal jogando, a comunidade parece que está muito boa também

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João

      Que bom que não apenas retornou como também se dispos a uma nova experiência! É sempre gratificante ver as pessoas voltando a se animar com o Tibia e criando novos círculos de amizades.

      Obrigada pelo comentário e por dividir sua experiência conosco

      Excluir
  9. bom larguei um paladino em pacera lvl 200 e só digo uma coisa... foi a melhor decisão que tomei... não só pelo lag.. claro é o que mais pesa, mas acabei descobrindo o prazer de começar um char do zero, caçar coisas que eu não caçava e tinha preconceito hj jogo muito melhor até mesmo no meu paladino, que quase não consigo logar por causa do lag mesmo com proxy (lamentavel isso).. não sou a favor de transfer para os mundos br, pq com eles vem tbm o power abuser e isso é uma coisa que ja brota naturamente nos mundos, espero que continue sem free acconts e transfers.... vale cada minuto do seu tempo gasto novamente.. não sentia essa senssação de tibia a muitoooos anos, desde 2005 talvez.. kkkkkkk inacreditavel mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que muita gente tá se sentindo assim, viu? Os que levam o jogo só "por upar" e fazer quests principalmente... Muita coisa é deixada de lado pela pressa de conseguir level e tal... E ai ter a chance de começar do 0 e em um mundo com outra jogabilidade... O jogo realmente se torna mais interessante mesmo sem a gente ter level ou grana! E que bom que nos deram a chance de passar por isso.
      É uma sensação de como se o estivéssemos descobrindo o jogo agora... Muito legal mesmo! Obrigada por compartilhar sua experiência! :D

      Excluir
  10. cara tenho vc na minha vip em pacera, e ja vi vc caçando em belobra... hasusahsausa.. só falta lembrar de onde nos conhecemos...

    red boom - pacera
    senhoor skull - belobra

    ResponderExcluir
  11. Tooo muito afim de voltar a jogar, ainda mais lendo esse tópico, q saudades q meu deu!!
    Alguem sabe quando vai lançar novos mundos SA? Todo mundo começando do 0 vai ser legal em! Obrigado >:D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Recentemente a Cip fez um levantamento de sugestões de nomes para novos mundos, incluindo BR... Quem sabe não é um planejamento de novos mundos? Por enquanto ainda não temos informações, mas ficamos felizes que deu vontade de voltar a jogar!
      Tenta experimentar em um dos mundos que já existem... Você vai ver que realmente vale a pena!

      Excluir
  12. Mais um antigo jogador de tibia voltando, já se foram 12 anos do último login...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E assim a chama renasce! Afinal: você sai do Tibia, mas o Tibia não sai de você!
      Bem vindo de volta!

      Excluir
  13. Mais um artigo de peso como sempre!
    Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Brigadão, pessoal! Ficamos felizes que curtiram!

      Excluir
  14. Muito bom o artigo, eu realmente espero que um dia possam liberar transfer para servidores BR, jogo em Menera e tenho muitas conquistas lá e não quero simplesmente deixar tudo pra trás e começar de novo.
    Vamos aguardar ansiosamente pelas transfers.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Itamar!
      Que bom que curtiu o artigo, ficamos felizes!
      Eu (Titah), particularmente, conversando com o pessoal em Belobra notei que isso é algo que boa parte do mundo repudia (não sei a situação dos outros). Acho que envolve o desenvolvimento dos personagens, da economia.. Então eu acharia mais esperto da parte da Cip abrir um novo servidor já com a transfer liberada, pra exatamente dar a chance dos BR's espalhados terem esse conhecimento de boa jogabilidade em seus chares principais, sem ter que começar do zero... Mas vamos ver como serão os próximos passos, né?

      Agradecemos mais uma vez!

      Excluir
  15. Parei em 2012 por conta do lag, era demais. Eu tenho muitos char 100+, 150+, 250+ em Calmera e por isso demorei um ano pra botar o pé em Belobra. Começar do zero não era o que eu queria, mas cara, não me arrependi. Que joguinho massa de se jogar com ping 70. Meu dels, nunca joguei Tibia tão bem na minha vida, que delicia. Já to 110 no meu ms aqui e pretendo é parar nunca mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível né, Wilian? Parece que abriram outra possibilidade de jogo pra nós, brasileiros.
      Acho que a Cip também não colocava muita fé no servidor ser tão bem recebido e aceito... Mas no fim das contas foi bom pra todo mundo!
      E vamos que vamos, redescobrindo o Tibia! Agradecemos pelo comentário!

      Excluir
  16. Eles poderiam Criar um serve novo br. e Existir transfer somente nele. seria uma boa iniciativa para os antigos jogadores poderem desfrutar do servidor SA sem precisar recomeçar.

    ResponderExcluir